A harmonia conjugal é uma conquista do casal

CASAL1

A harmonia conjugal é uma conquista do casal, até porque não é uma relação com um polo só.

Se há um relacionamento, há pelo menos duas pessoas. E a harmonia conjugal tem tudo a ver com isso, afinal, não basta um querer viver em harmonia, precisa sim, de ambas as partes. Porém, alguém precisa dar o primeiro passo. Está aí, uma das tarefas mais difíceis, dar o primeiro passo, tão importante e necessário, bem que poderia ser mais fácil.
Tudo começa com uma boa conversa. Afinal, ninguém advinha o que o outro quer, precisamos expor, com delicadeza e clareza nossos pontos de vista. Você precisa, de fato, se abrir com o outro; mostrando que está à disposição para o bem estar da relação.

UM PASSO DE CADA VEZ

Não vai ser do dia para noite que a harmonia vai instalar em um lar ou relacionamento, principalmente, se ele estiver passando por conturbações. Você precisa ter calma, afinal, pelo menos um passo você já deu, que é querer trazer harmonia para vocês.

 

casal bebe
O segundo passo é aceitar o outro. Parece coisa de livro de auto ajuda, mas a verdade é que quando a gente aceita nossos defeitos e aceita o do próximo tudo fica mais fácil. E por falar em defeito, faça uma auto análise de suas ações, pensamentos, veja o que você precisa mudar. Todos nós precisamos mudar, perfeição não é desse mundo. É claro que não se deve mudar por causa de outra pessoa, somos únicos e merecemos ser amados por sermos o que somos, mas acontece que nossas atitudes refletem em nossa vida, comprometem o nosso próprio bem estar, ou seja, mude por você. E por que estou dizendo tudo isso? É muito simples. Quando nós mudamos, pelo menos um pouco nossas atitudes negativas, causamos assim um impacto na vida do outro, fazendo com que ele também mude para melhor.
Certa vez ouvi uma história que cabe muito bem em qualquer relação, é a seguinte:
Uma vez, uma mulher procurou um feiticeiro para que fizesse um veneno para que pudesse matar sua sogra. A mulher contava que não se dava bem com ela de jeito nenhum, moravam na mesma casa e a convivência era insuportável. Não havia harmonia e, ela não estava feliz. O homem deu-lhe um vidrinho e disse, coloque isso todos os dias na comida da sua sogra. Mas para todos não desconfiarem, trate-a bem, não tão bem como melhores amigas, mas seja gentil. A mulher voltou para a casa e fez como foi recomendado. Porém, algo inesperado aconteceu, a mulher voltou desesperada ao feiticeiro e suplicou que ele lhe desse um vidrinho com um antígeno para que a sogra pudesse viver. Acrescentou dizendo que agora a sogra está um doce, parece outra mulher, se tornaram grandes amigas.

O homem riu. A mulher ficou sem saber porque ele estava rindo e antes que ela perguntasse, ele disse: “tenha calma, sua sogra não foi envenenada. No vidro havia apenas um fortificante. Eu sabia que quando você mudasse a maneira com que a tratava, ela mudaria com você.” A mulher agradeceu e voltou para a casa aliviada.
Eu não sei se a história tem algum autor conhecido, mas serve exatamente para o nosso assunto. Quando plantamos rosa, colhemos rosa. A harmonia na relação depende sim de ambos, mas alguém precisa dar o primeiro passo e o amor não é uma queda de braço onde vence o mais forte.

 


RECAPITULANDO:

– A harmonia depende do casal, mas alguém precisa dar o primeiro passo;
– Aceite que todos nós temos defeitos, inclusive, você
– Lembre-se nossas palavras e atitudes podem ser o veneno ou o fortificante da relação.

Tenha Acesso a Nosso Conteúdo Exclusivo!

Coloque seu email e tenha acesso TOTAL e IRRESTRITO a nosso conteúdo exclusivo além de ficar por dentro dos eventos e BÔNUS do CONARE!

Tenha Acesso a Nosso Conteúdo Exclusivo!

Coloque seu email e tenha acesso TOTAL e IRRESTRITO a nosso conteúdo exclusivo além de ficar por dentro dos eventos e BÔNUS do CONARE!

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 1 =